top of page
Buscar
  • Tiãozinho Safrater

Tiãozinho na 19ª Semana de ALFABETIZAÇÃO DE SÃO PAULO

Em setembro ocorreu a 19ª Semana de Alfabetização de São Paulo e, com isso, o MOVA -Tiãozinho teve atividades e participações na comemoração e nas articulações do Movimento, que foram mais do que especiais.

Esse evento é promovido pela Secretaria Municipal da Educação, por meio da Divisão de Educação de Jovens e Adultos (DiEJA). Ele contou com a participação de MOVAs, EJAs e CIEJAs, juntamente com as DREs, na organização e realização das agendas por toda cidade. As programações ocorreram entre os dias 05/09 e 16/09, em diferentes territórios da grande São Paulo. O tema da semana foi: “MOVA-SP 2022: Acolhimento, aprendizado, integração e conscientização”.



Paulo Freire Inspiração

A Semana de Alfabetização de São Paulo é celebrada justamente no mês do aniversário de Paulo Freire, um protagonista na luta pelos direitos dos analfabetos. O educador, conhecido pela “Pedagogia do Oprimido”, é responsável pela existência política de vários núcleos de alfabetização da cidade, principalmente pelo seu trabalho quando ocupava o cargo de Secretário Municipal da Educação na gestão da prefeita Luiza Erundina (1989-1993).


Com o apoio de educadores populares e de movimentos sociais, em março de 1989, uma comissão criada por movimentos que lutam por uma educação popular entregou oficialmente um projeto de alfabetização de jovens e adultos. Esse projeto foi amplamente discutido e dele nasceu o MOVA-SP, que se traduz em uma proposta de participação popular e ação cultural na organização de um amplo Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos. O projeto tem como finalidades a inclusão social e a garantia de direitos à educação, a diminuição do analfabetismo no Brasil, a geração de trabalho e renda e contribuição na criação de políticas públicas. O projeto busca realizar parcerias entre instituições locais e OSCs com atuação na periferia da cidade para a oferta dos espaços e da formação dos (as) educandos (as) e para realização de atividades socioculturais.


Na Semana de Alfabetização de São Paulo de 2022 o MOVA -Tiãozinho teve a agenda cheia de ações socioculturais, reflexão e discussão de assuntos críticos que nos afligem, muito acolhimento, interação e conscientização. No dia da abertura do evento (05/09) dois educadores, uma coordenadora e uma educanda compareceram até a cerimônia de abertura da Semana.


Ela ocorreu no Teatro Municipal de São Paulo e contou com um acolhimento que teve um café inicial, entrega de crachás e poesia no ouvido, além de uma performance AEL Patativa do Assaré e acomodação do público.


O evento prosseguiu com a abertura oficial feita pelas lideranças do MOVA, e, em seguida, com uma abertura artística com a contadora de histórias Andréa Sousa da Academia Brasileira de Contadores de Histórias, que apresentou o “Espaço Gourmet – Delícias da Literatura Oral”. Posteriormente teve um vídeo dos educandos do MOVA, um vídeo do Recorda SP e a apresentação de um coral da DRE Guaianases.



Seguimos com as histórias de lideranças do MOVA que participam do Fórum MOVA-SP, além da palestra Acolhimento, aprendizado, integração e conscientização proferida pela Prof.ª Sônia Couto. Por fim, teve uma apresentação cultural que abordava a vida de Carolina Maria de Jesus e depois o encerramento. No período da noite os educandos foram recebidos na escola por uma educadora, uma cozinheira e pela profissional que cuida do espaço onde houve a exibição e discussão do filme “Capitães da areia”.


No segundo dia (06/09), com a presença de toda equipe na unidade, houve uma oficina de bonecas abayomis, conversas e histórias narradas. Teve também jantar e informes da semana. Foi uma dinâmica muito especial para todas as pessoas presentes e todas elas conseguiram realizar o exercício.


Após o feriado ocorreu outro encontro (08/09) com os (as) educandos (as), no qual começou a preparar uma apresentação que seria feita no encerramento da Semana e também para assistir a transmissão da Abertura da Semana Alfabetização, todos (as) juntos (as), na escola. Os sentimentos da experiência de ter estado presente no dia da abertura foram compartilhados com todas as salas através do vídeo e da conversa.


Na segunda-feira (12/09), estavam todos na escola novamente para ouvir contação de histórias com a Profª Tânia, em seguida, após o jantar, foi feita uma roda de dança, canto e ritmo. No dia seguinte (13/09) realizou-se uma meditação e um ensaio geral, com todos (as) presentes, lendo a poesia de Maya Angelou “Assim eu me levanto”. Na quarta-feira (14/09) aconteceu uma festa temática dos anos 1980 e 1990, com muita música, brincadeiras, danças, fotos e muita recreação. Na quinta-feira (15/09) houve Bingo com todas as salas, com muitos prêmios, inclusive cestas-básicas, além da visita da nossa supervisora pedagógica. E, portanto, na sexta-feira o encerramento foi realizado no CEU Alvarenga, lá efetuou-se uma cerimônia de encerramento com fortes discursos e vídeos do MOVA-SP, acompanhado de uma festa com muito forró, suco, torta e doce.






0 visualização0 comentário
bottom of page