top of page
Buscar
  • Foto do escritorTiãozinho Safrater

Apresentação de documentário inspira educandos do MOVA

mova


Os estudantes da EJA têm muitos sonhos, e esses sonhos estão atrelados a formação escolar.

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma Modalidade da Educação Básica destinada a jovens e adultos acima de 15 anos que não tiveram acesso e/ou não concluíram o Ensino Fundamental (1º ao 9º Ano). Atualmente o perfil da EJA é heterogêneo e composto tanto por jovens que não concluíram o Ensino Fundamental no tempo regular, adultos que buscam maior escolaridade devido às exigências do mundo do trabalho e idosos à procura dos processos de alfabetização, além de imigrantes estrangeiros que querem melhorar seu aprendizado da Língua Portuguesa. A EJA permite que o aluno retorne à sala de aula e conclua os estudos em um tempo menor. Isso possibilita a sua certificação de conclusão para alcançar uma boa oportunidade no mercado de trabalho. Infelizmente, muita gente acredita que há uma idade certa para voltar a estudar e acaba perdendo a chance de trilhar um caminho de sucesso. A EJA é um bom modo de concluir uma etapa fundamental da vida, o que possibilita que as portas se abram para boas oportunidades, como ingressar em um curso superior.


No dia 16 de março os educandos do MOVA Safrater assistiram ao documentário “Vidas Entrelaçadas na EJA, realizado em 2020, o DOC com roteiro e direção de Katiuscia da Silva Santos e Paulo José Pereira dos Santos (pesquisadores do OBEJA) e edição de imagens de Toni Carvalho, evidencia a história de vida de estudantes da Educação de Jovens e Adultos no Território de Identidade do Sisal.


Os objetivos de apresentar o documentário foram de incentivar os educandos a se conscientizarem sobre o quão é relevante estudar, que sempre é tempo de aprender, e com o esforço de cada um é possível transformar o futuro por meio da educação.


As narrativas apresentadas no documentário despertam total identificação com os educandos que ficaram claramente emocionados. Eles percebem que o esforço de hoje é a construção do nosso caminho de todos os dias, muitos se viram naquela realidade e relataram que não querem desistir jamais dos seus estudos.


Os desafios de todos os dias continuam e isso implica por vezes não estar nas salas de aula todos os dias, mas inspirados e com a certeza de um futuro melhor os resultados vão aparecendo na escrita, na leitura e na independência que a alfabetização traz para a vida de todos nós.


Os educadores fazem um papel fundamental motivando e incentivando todos os dias os educando a se apropriar deste caminho da educação, para que assim eles possam dar oportunidade de estudo a eles próprios e aos seus familiares.

6 visualizações0 comentário
bottom of page